RAINHA DAS FESTAS

TCHAKA 

Cinco minutos de conversa e já dá para entender porque a drag queen Tchaka é considerada a Rainha das Festas de São Paulo. Não é apenas sobre cores vibrantes e figurinos elaborados, mas uma sensibilidade que faz qualquer um se abrir para o espetáculo que ela traz com sua presença. Mestre-de-cerimônias da Parada LGBTQIA+ da capital paulista, são 20 anos de carreira dedicados à militância e ao entretenimento. Nos seus mais de 5.000 eventos realizados por todo o país – de encontro de policiais a chá de bebê, passando por casamentos e festas em "inferninhos"–, se apresentou para os mais diversos públicos, sem descer do salto.  

 

Para nossa sorte, Tchaka é uma das rainhas retratadas na "Mostra Monarquia Popular Brasileira'' .

TCHAKA APOIA

Centro de referência para idosos LGBT

Eternamente Sou é uma associação sem fins lucrativos que iniciou os trabalhos em 2017 na cidade de São Paulo com objetivo de atuar em prol das pessoas idosas LGBT, através da implantação de serviços e projetos voltados ao atendimento psicossocial à esta população. 

Considerando o preconceito, intolerância e a invisibilidade sofrida por esse público, a ONG desenvolve um trabalho integrado e multidisciplinar com um grupo de voluntários de modo a favorecer a inclusão social, protagonismo, proporcionando uma velhice digna e ativa, além da garantia de direitos humanos e promoção da cidadania LGBT.

TCHAKA

A Drag Queen Tchaka nasceu no réveillon de 2000, mesmo ano em que o bacharel em direito Valder Bastos, seu intérprete, hoje com 51 anos, saiu de Mogi das Cruzes e decidiu morar na capital paulista para estudar artes dramáticas na Escola Teatro Macunaíma. 

 

Cinco minutos de conversa e já dá para entender porque Tchaka foi coroada a Rainha das Festas de São Paulo. Não é apenas sobre cores vibrantes e figurinos elaborados, mas uma sensibilidade que faz qualquer um se abrir para o espetáculo que traz com sua presença. Mestre-de-cerimônias da Parada LGBTQIA+ da capital paulista, são 20 anos de carreira dedicados à militância e ao entretenimento.

 

O engajamento em defesa da diversidade e dos direitos humanos começou nos anos 80, conta, com o "boom" dos casos de HIV no Brasil. Foi assim que passou a participar de ações com a comunidade LGBTQIA+ e a militar na pauta. 

 

Tchaka soma mais de 5 mil eventos por todo o país, de encontro de policiais a chá de bebê, passando por casamentos e festas em "inferninhos", sem cair no descer do salto.  Para a Rainha, a tarefa de entreter ganha contornos profundos: "A festa tem um significado tão intenso para o ser humano. Reunir com os pares, celebrar, é delicioso, porque é um momento que nos colocamos como iguais. 

tchaka.png
 
FUNDO%20SITE_Prancheta%201_edited.jpg

Arthur Munhoz Asprón

00:00 / 02:22

depoimentos

Rogério Pedro

00:00 / 14:02

Jaqueline Lopes Góes

00:00 / 02:44

Carlito

00:00 / 04:49