logo1_transparente.png

RAINHA DAS FESTAS

TCHAKA 

Cinco minutos de conversa e já dá para entender porque a drag queen Tchaka é considerada a Rainha das Festas de São Paulo. Não é apenas sobre cores vibrantes e figurinos elaborados, mas uma sensibilidade que faz qualquer um se abrir para o espetáculo que ela traz com sua presença. Mestre-de-cerimônias da Parada LGBTQIA+ da capital paulista, são 20 anos de carreira dedicados à militância e ao entretenimento. Nos seus mais de 5.000 eventos realizados por todo o país – de encontro de policiais a chá de bebê, passando por casamentos e festas em "inferninhos"–, se apresentou para os mais diversos públicos, sem descer do salto.  

 

Para nossa sorte, Tchaka é uma das rainhas retratadas na "Mostra Monarquia Popular Brasileira'' .

tchaka.png

TCHAKA APOIA

Centro de referência para idosos LGBT

Eternamente Sou é uma associação sem fins lucrativos que iniciou os trabalhos em 2017 na cidade de São Paulo com objetivo de atuar em prol das pessoas idosas LGBT, através da implantação de serviços e projetos voltados ao atendimento psicossocial à esta população. 

Considerando o preconceito, intolerância e a invisibilidade sofrida por esse público, a ONG desenvolve um trabalho integrado e multidisciplinar com um grupo de voluntários de modo a favorecer a inclusão social, protagonismo, proporcionando uma velhice digna e ativa, além da garantia de direitos humanos e promoção da cidadania LGBT.

logo1_transparente.png

TCHAKA

Animada, forte, imponente. Assim é Tchaka, drag queen criada e performada por Valder Bastos Santos. Nascido em Ilha Solteira, litoral de São Paulo, filho de um mecânico de hidrelétrica e uma dona de casa, Valder cresceu em uma família de classe média, junto a seus quatro irmãos — todos homens —, mas que não o livraram de sofrer preconceitos por ser quem era.

 

Pela profissão do pai, a família morou em diversas cidades até a sua aposentadoria, quando se estabeleceu no Rio de Janeiro. Foi lá que Valder começou a se descobrir um homem gay, teve contato com as boates LGBTs e se encantou pelo primeiro show de drag queen que viu na vida.

 

Valder se formou em Direito, mas ao final do curso uma professora lhe deu um conselho que mudaria a sua vida: desistir da advocacia e ir fazer teatro. E assim, ele se matriculou no Teatro Escola Macunaíma, em São Paulo, referência nas artes dramáticas.
 

Morando na capital paulistana, sem grandes oportunidades de emprego, encontrou trabalho na panfletagem das festas de uma das maiores boates LGBTs da cidade, a NostroMondo. Um amigo sugeriu que se ele se montasse de drag queen, ganharia mais pelo trabalho. E foi assim, na virada dos anos 2000, que surgiu Tchaka, uma das maiores drags do Brasil.
 

Depois da panfletagem, Tchaka começou a se inserir nas apresentações da casa. Primeiro de forma discreta, como figurante. Depois, com seus shows individuais. Após algum tempo trabalhando na noite, buscou uma mudança em sua rotina. Trabalhar de dia é um dos desafios para quem entra nesse mercado noturno das boates.

Com muito bom humor e carisma , nossa majestade começou a se apresentar em festas privadas e não parou mais. Nesses 21 anos de carreira, são mais de 5 mil eventos, de eventos evangélicos a aniversários infantis. Não à toa, recebeu o título de Rainha das Festas. Fora das comemorações, a sua participação na militância rendeu um convite para ser apresentadora da Parada LGBTQIA+.
 

Em média, são duas horas para se montar e se preparar para as apresentações, entre roupas, maquiagens e acessórios. Mas o talento e carisma sempre estão com ela. “Esse brilho que tem no meu olhar é do Valder. Senão, tudo isso é cenário”.

 

Para manter a sua coroa, Tchaka já fez de tudo: foi atriz de teatro e cinema, jurada de programa de calouros, palestras motivacionais, criou sua própria agência de eventos, lançou linha de sandálias, perfumes e sabonetes. Ela, mais do que ninguém, sabe que veio a este mundo para ser uma estrela, e conquista o coração das pessoas através da sua sensibilidade, seja para fazer rir, seja para inspirar.

 

depoimentos

FUNDO%20SITE_Prancheta%201_edited.jpg

Arthur Munhoz Asprón

Arthur Asprón.jpeg
00:00 / 02:22

Rogério Pedro

Rogério_Pedro_Eternamente_Sou.jpeg
00:00 / 14:02

Jaqueline Lopes Góes

2.Jacqueline Lopes Góes_Seforas.jfif
00:00 / 02:44

Carlito

carlito.jfif
00:00 / 04:49